Incrível tratamento para diabetes poderá evitar a toma diária de insulina

0

Um novo tratamento para diabetes do tipo 2, poderá evitar a toma diária de injecções de insulina, e o ponto mais interessante deste novo tratamento, é que este não só leva apenas cerca de uma hora, e segundo os testes, é capaz de garantir a normalização dos níveis de açúcar durante pelo menos um ano.

O tratamento foi testado em Amesterdão, na Holanda por um grupo de 50 pacientes, e passa pela destruição da membrana mucosa situada no intestino delgado, fazendo com que o organismo tenha de produzir uma nova. Através deste método os cientistas conseguiram estabilizar os níveis de açúcar em paciente que sofrem do diabetes do tipo 2, tendo estes considerado os resultados não só incríveis, como inesperados.

O processo, que leva cerca de uma hora, passa pela inserção de um tubo com um pequeno balão na sua extremidade, através da boca do paciente, até ao intestino delgado, o balão é então enchido com água quente, e a membrana mucosa desaparece devido à reacção térmica, e passadas cerca de duas semanas do procedimento, o organismo termina a formação da nova membrana, levando a um melhoramento da saúde do sujeito.

Mesmo mais de um ano depois do procedimento, os cientistas avaliaram que os pacientes estariam com os níveis estabilizados, numa taxa de cerca de 90%, devido à ligação que se acredita existir entre a absorção de nutrientes, e a membrana mucosa presente no nosso intestino delgado, e a dificuldade de produção de insulina para pacientes que sofrem de diabetes do tipo 2.

Os cientistas acreditam inclusivamente, que em alguns casos, este tratamento possa permitir que os pacientes que padeçam deste tipo de diabetes, deixem de estar dependentes da injecção de insulina, e segundo um dos responsáveis pelo estudo, e professor de gastroenterologia na Amsterdam UMC, Jacques Bergman, poderem ser detectados, logo no dia seguinte ao tratamento, níveis de açúcar no sangue bastante normais, o que os encaminhou a seguirem para a frente com o estudo.

Bergman acredita ainda que o tratamento possa se tornar numa solução permanente para este tipo de problema, uma vez que depois do tratamento e até à data, a maior parte dos pacientes que se submeteram, deixaram pura e simplesmente de necessitar de injectar insulina, e acrescenta que as pessoas tratadas poderão também ganhar um reforço no sistema imunológico bem como diminuir os riscos de doenças associadas a diabetes do tipo 2.

Comment