É oficial: existe água no estado líquido em Marte

0

Há anos decorre a pesquisa de água no seu estado líquido em Marte, e parece que um grupo de cientistas do Instituto Nacional de Astrofísica Italiano acaba de confirmar a sua presença. A água, encontra-se num lago subterrâneo por baixo do polo sul do Planeta vermelho e terá cerca de 20km.

Já havia sido no passado, levantado a hipótese de existirem fluxos intermitentes de água no planeta, mas esta é a primeira vez que é comprovada a existência de água neste estado na actualidade.

Já havia sido comprovado pelo rover Curiosity da NASA que o planeta teve no seu passado diversos lagos com água no estado líquido, mas com o evoluir do planeta e consequente arrefecimento e redução da densidade da atmosfera, a água do planeta passou para o estado sólido, estando presente nos dias que correm sob a forma de gelo.

A descoberta foi feita através da análise dos dados obtidos pelo radar Marsis, da sonda Mars Express que orbita o planeta vermelho, e segundo o Professor Roberto Orosei, responsável pelo estudo, provavelmente não será muito profundo, algo que não foi possível indagar devido ao facto de o radar Marsis não ter a capacidade de medir a profundidade do lago, embora a equipa suspeite que deverá ser cerca de um metro.

Ao contrário de alguns glaciares que podem ser encontrados no nosso planeta e que são apenas pequenos depósitos de água, contidos entre gelo e rocha, este aparenta ser um lago.

O radar funciona emitindo um sinal que se reflecte no fundo, e em seguida regressa ao radar, e este sinal permite analisar a geografia do solo. Ao analisar a zona em questão, os pesquisadores detectaram uma anomalia cerca de 1.5km abaixo do gelo, que levantou a suspeita da existência de um lago subterrâneo.

É sabido que a superfície inóspita de Marte não permite a existência de vida tal como a conhecemos, e sendo esse um facto adquirido, os pesquisadores têm tentado se focar na região que possivelmente pode sustentar a vida que nos é familiar, o subsolo.

O motivo para o subsolo ser a melhor aposta para encontrar vida no planeta vermelho, prende-se com o facto de este oferecer uma barreira natural para a perigosa radiação solar e a pressão atmosférica e temperatura são também bastante mais propicias à vida naquela zona, permitindo também a formação de água no seu estado líquido.

Apesar de esta descoberta não nos aproximar da descoberta de vida no planeta vermelho, aponta-nos qual a direcção a seguir, e confirma onde devemos procurar.

Comment