“Uma saúde de ferro é uma saúde sem anemia”

0

A nova campanha “Uma saúde de ferro é uma saúde sem Anemia” realizada no âmbito do Dia da Anemia, dia 26 de Novembro, pretende sensibilizar os portugueses para a importância de terem os níveis da hemoglobina controlados. Esta iniciativa é do Anemia Working Group Portugal – Associação Portuguesa para o Estudo da Anemia.

A deficiência de ferro é uma das principais causas responsáveis para a existência de anemia, ela atinge cerca de um em cada três portugueses adultos, é por isso essencial alertar para a necessidade de prevenir a progressão desta deficiência para a condição mais grave, a existência de anemia.

Só em Portugal, 52,7% de todos os casos de anemia se devem à deficiência de ferro, e as mulheres são o sexo mais afectado (essencialmente grávidas e segundas mães).

A população mais jovem com idades compreendidas entre os 18 e os 34 anos, é também um grupo de risco, onde a diminuição da quantidade de glóbulos vermelhos ou de hemoglobina no sangue se torna mais recorrente. Já os idosos, também precisam de controlar a incidência deste tipo de problema no seu organismo, visto serem também um dos grupos mais vulneráveis.

“A anemia é uma condição clínica que pode manifestar-se em todas as idades, embora as formas adquiridas afectem alguns grupos de forma mais acentuada. Entre estes estão os jovens em fase de desenvolvimento, as mulheres em idade fértil, em particular as grávidas e os idosos”, explicou o médico António Robalo Nunes, especialista em Imunohemoterapia.

No próximo dia 26 de Novembro (Sábado) irá realizar-se um rastreio de Anemia e Deficiência de Ferro no Arrábida Shopping, em Gaia, e no Centro Comercial Colombo, em Lisboa.

O ferro é um nutriente essencial para o organismo, para a saúde física e mental e para manter e regular os níveis de energia adequados à actividade de cada um.

Esta deficiência nutricional pode provocar vários sintomas, entre eles, a fadiga, tonturas, falta de ar, maior susceptibilidade a infecções, aftas, dores de cabeça, queda de cabelo, intolerância ao frio, etc. A anemia é causada pela deficiência de ferro e tem um impacto significativo na saúde dos indivíduos, aumentando o risco de mortalidade. Os doentes que sofrem com anemia apresentam inúmeros sintomas e têm uma qualidade de vida reduzida quando comparados com doentes não-anémicos, tendo assim estes efeitos um impacto extremamente negativo nas suas vidas.

“A anemia, ao comprometer o transporte adequado de oxigénio que é um dos mais importantes mecanismos biológicos, pode em última análise comprometer a própria vida em situações extremas. Em todas as situações, mesmo as de menor gravidade são sempre um factor de agravamento de outras situações de doença de que o indivíduo seja portador”, esclareceu o médico.

“A alimentação deve ser regular e equilibrada do ponto de vista nutricional, isto é, capaz de fornecerem quantidade e qualidade os micronutrientes indispensáveis à produção de glóbulos vermelhos pela medula óssea. Deve incluir carne, peixe, frutos e vegetais de folhagem verde”, acrescentou.

Comment