Samsung criou ecrãs OLED inquebráveis

0

A unidade da Samsung responsável pelo desenvolvimento de ecrãs, a Samsung Display acaba de anunciar que está a trabalhar num novo tipo de ecrã OLED inquebrável, que já recebeu a certificação de segurança e resistência, por parte da Underwriters Laboratories (UL), a empresa responsável pela área da Administração de Segurança e Saúde Ocupacional do departamento Americano de Trabalho.

A certificação por parte deste laboratório, implica diversos testes, e representa que os ecrãs resistiram a pelo menos 26 quedas de mais de um metro de altura e que resistiram a temperaturas extremas sem qualquer dano em qualquer dos lados ou extremidades do ecrã, e o ecrã conseguiu até resistir a um teste de queda de quase dois metros.

A Samsung pretende aplicar estes novos ecrãs não só a smartphones, mas também à indústria automóvel, a dispositivos militares, consolas portáteis e tablets. O novo ecrã foi projectado para ser utilizado em dispositivos móveis e para além de ser de plástico, é também extremamente leve e tem uma elevada resistência, bastante similar ao vidro.

O processo de criação do ecrã passa pela sobreposição do substrato inquebrável, sobre o ecrã, tornando-o não só inquebrável, como também flexível, vindo assim apresentar uma alternativa à actual geração de ecrãs flexíveis que segundo a Samsung apresentam uma fragilidade a nível de resistência. Uma vez que o novo ecrã está certificado para utilização no mercado de consumo, a marca sul-coreana pretende incorporá-lo já no seu próximo dispositivo a ser apresentado, o Galaxy Note 9.

É bastante provável que a gigante sul-coreana apresente também o seu já conhecido conceito de smartphone com ecrã dobrável, o Galaxy X, que segundo as informações disponíveis até agora, pode ser dobrado em treze segundo o que se sabe terá um ecrã de 7 polegadas.

A Samsung apresentou, quando reportou a notícia, um vídeo no qual demonstra a resistência do novo ecrã OLED, mostrando que este não quebra mesmo quando é martela.

Poderá ver o vídeo disponibilizado pela Samsung aqui em baixo:

Comment