Risco de cancro do pulmão nos homens devido a suplementos de vitamina B

0

Um novo estudo avalia os efeitos do consumo prolongado de doses elevadas de suplementos de vitamina B6 e B12 nos homens, confirmando o aumento do risco de cancro do pulmão nos homens. Os resultados revelam ainda que o risco é três a quatro superior nos fumadores.

O consumo prolongado de doses elevadas de vitamina B aumentam o risco de cancro de pulmão nos homens, triplicando ou quadruplicando nos fumadores, segundo conclui um estudo divulgado na publicação científica Journal of Clinical Oncology.

Esta investigação foi conduzida por epidemiologistas de centros do cancro nos Estados Unidos e na Ilha Formosa (Taiwan). Que analisaram dados de mais de 77 mil doentes que participaram neste estudo de longo prazo por forma a avaliar a relação entre o risco de cancro e a ingestão de vitaminas e outros suplementos.

O estudo agora publicado, é o primeiro a investigar os riscos de cancro do pulmão e os efeitos do consumo prolongado de doses elevadas de suplementos de vitamina B6 e B12.

Tratam-se de compostos apresentados pela indústria como produtos que aumentam os níveis de energia e melhoram o metabolismo, sendo que, anteriormente, a ingestão de vitamina B foi inclusive associada à diminuição do risco de cancro.

A equipa de epidemiologistas baseou-se em informação detalhada sobre os consumos de vitamina B reportada nos últimos dez anos por pessoas entre os 50 e os 76 anos, recrutadas no estado norte-americano de Washington.

Tiveram em conta diversas variáveis, como por exemplo o histórico pessoal de fumador, de cancro ou doença crónica do pulmão, antecedentes familiares de cancro do pulmão, idade, raça, educação, tamanho corporal, consumo de bebidas alcoólicas e uso de medicamentos anti-inflamatórios.

“Os nossos dados mostram que tomar doses elevadas de B6 e B12 durante um longo período de tempo pode contribuir para a incidência do cancro do pulmão em homens fumadores”, afirmou assim um dos epidemiologistas, Theodore Brasky, citado em comunicado pelo centro para o estudo do cancro na Universidade de Ohio, nos Estados Unidos.

Os autores do artigo concluíram então que o risco de cancro do pulmão é duas a quatro vezes superior nos homens que ingerem grandes quantidades de suplementos de vitamina B.

O risco triplica nos fumadores que tomaram, durante dez anos, mais de 20 miligramas diários de B6 e quadruplica nos que consumiram 55 microgramas de B12.

Comment