Programador permite que o Kaby Lake e o Ryzen recebam actualizações

0

A Microsoft acaba de dar mais um passo na sua estratégia de distribuição do Windows 10, e depois de chatear incessantemente todos os utilizadores vezes sem conta para actualizarem para o Windows 10, e ter actualizado computadores sem solicitar autorização, e até tornar obrigatórias as actualizações no Windows 10, acabam de bloquear o acesso às ultimas actualizações para os utilizadores do Windows 7 e Windows 8 que estejam a correr os sistemas operativos em componentes de ultima geração como os processadores Kaby Lake da Intel e o Ryzen da AMD. Agora, um programador externo fartou-se, e criou um utilitário para voltar a permitir a instalação das actualizações bloqueadas.

O utilitário foi criado pelo programador do GitHub com o nome ‘Zeffy’, e irá permitir fazer actualizações ao Windows 7 e ao Windows 8 que ainda estão sobre o programa de manutenção da Microsoft, nos computadores equipados com processadores Intel de 7ª Geração Kaby Lake, e os processadores da AMD Bristol Ridge Ryzen. Ao tentar aplicar as actualizações de Abril nestes sistemas, os utilizadores são confrontados com o erro 8024003, e a única solução apresentada pela Microsoft para esse erro, é como já deve calcular, actualizar para o Windows 10.

Mas agora, graças ao Utilitário do nosso amigo Zeffy, que se baseia numa alteração que a companhia introduziu em Março que permite identificar o tipo de sistema do CPU, conseguirá actualizar sem problemas. De acordo com a lista de alterações da Microsoft, a actualização “Permite a detecção da geração do processador e suporte do equipamento quando um PC tenta procurar ou transferir actualizações através do Windows Update”.

O utilitário basicamente desactiva duas funções no wuaueng.dll, nomeadamente a IsCPUSupported(void) e a IsDeviceServiceable(void), que são as responsáveis pelo bloqueio das actualizações. Claro que, existe um pequeno senão, o utilitário tem de ser corrido novamente de cada vez que a Microsoft altera o ficheiro wuaueng.dll, e existe sempre a hipótese de a empresa vir a, provavelmente, tornar impossível esta abordagem. Apesar do código fonte do utilitário estar disponível na página, e parecer bastante simples e livre de código malicioso, poderá sempre existir algum risco ao alterar Ficheiros de Sistema do Windows.

Leave A Reply