Parece que Mercúrio é mais gelado do que o pensado

0

Mercúrio, é o primeiro planeta a contar do Sol, como tal, o mais quente, certo? Errado, e parece até que é bastante gelado. Apesar de este ser o primeiro planeta a contar do sol, não é de todo o mais quente, esse lugar cabe a Vénus, mas o que não sabíamos era que a quantidade de gelo no primeiro planeta, era tão elevada.

Segundo um novo estudo apresentado por cientistas da Brown University, através da análise dos dados da sonda Messenger da NASA, que orbitou o planeta entre 2011 e 2015, e devido a análise por esta do mapa de elevações e depressões do planeta, foi possível detectar as áreas reflectoras do planeta.

Depois de ter sido calibrada, esta conseguiu detectar leituras, que revelam a existência de três largas crateras com grandes depósitos de gelo, e a área das crateras combinadas, é de cerca de 3400 quilómetros quadrados. Alem disso foram detectados quatro outros depósitos de gelo, com cerca de 5 quilómetros de diâmetro cada.

Até este estudo, apesar de se considerar com base num estudo elaborado em 1990 que existia gelo em Mercúrio, pensava-se que este estava apenas localizado em algumas crateras do planeta, mas esta nova informação veio confirmar que existem pequenos depósitos de gelo também em outras áreas do planeta.

A importância desta descoberta, é a influência que terá na procura por água e gelo no resto dos planetas do nosso sistema solar, que até agora se baseava maioritariamente na análise das crateras, mas que como ficou agora comprovado, não era o método mais correcto.

É possível inclusivamente que o nosso satélite natural, a Lua, possa também conter depósitos naturais gelo similares aos agora encontrados, o que poderá também dobrar a quantidade de gelo presente na nossa Lua.

Claro que se mantém a dúvida acerca de como o primeiro planeta conseguiu obter tal quantidade de gelo estando tão próximo do sol, portanto ainda será precisa bastante análise ao planeta.

Leave A Reply