Os ‘gigantes’ com 5000 anos da China

0

Um grupo de arqueólogos acaba de fazer uma descoberta incrível na China: esqueletos de ‘gigantes’ com 5000 anos. Os túmulos e respectivos ossos, foram encontrados durante uma escavação a ser elaborada na província de Shandong, e pelo menos um dos esqueletos do sexo masculino atingiu os 1.9m, e outros os 1.8m de altura, o que para há cinco mil anos atrás, na altura do neolítico, era claramente uma altura gigante.

Há que ter em conta que estão são apenas as alturas dos esqueletos em si, enquanto vivos, os seres humanos a quem pertenceram estes esqueletos, teriam certamente uma altura mais elevada. Como dado de referência, em 2015 a altura média de um adolescente com 18 anos de idade na mesma região, era de cerca de 1.75m, e a média nacional da China de 1.72m.

Parece então que na região e respeitando a média, os seres humanos são mais baixos do que os habitantes ancestrais da região, apesar de hoje em dia os habitantes da região terem acesso a uma alimentação muito mais equilibrada e mais nutritiva. Apesar de não sabermos qual era exactamente a altura média na região na altura, sabemos que nessa altura, a altura média dos indivíduos do sexo masculino na Europa, era de 1.65m, portanto, para o período, estes indivíduos eram claramente gigantes.

Os pesquisadores pensam que os indivíduos conseguiram atingir estas alturas devido a uma excelente disponibilidade de alimentação de qualidade, que através da agricultura, dispunham de uma alimentação diversificada. O individuo mais alto encontrado, estava num dos túmulos maiores, pelo que deveria ser um elemento importante na comunidade, e como tal ter acesso à melhor comida disponível.

A disposição das ruínas das casas, revela que estas tinham quartos independentes e cozinhas, revelando que estas eram altamente confortáveis principalmente tendo em conta que estas datam de há cerca de 5000 anos, foram também encontrados ossos de animais, provavelmente gado, e cerâmica colorida.

Apesar de estes dados ainda serem preliminares, e necessitarem de ser revistos por outros cientistas, ainda existe muito a ser explorado, uma vez que apenas foram ainda processados cerca de 2000 metros quadrados do local.

Ninguém sabe o que poderá ainda estar enterrado na região, mas pelo descoberto até agora, deverá ser uma área bastante importantes em termos arqueológicos.

Leave A Reply