O primeiro Vírus Informático

0

O primeiro vírus informático foi criado em 1972, por Robert Thomas Morris e foi baptizado com o nome de Creeper. O computador afectado por este vírus foi um IBM série 360.

Este vírus, o Creeper, mostrava regularmente uma mensagem que lia “I’m a creeper… catch me if you can!”, para o eliminarem, foi o criado o primeiro antí-virus, apelidado de Reaper.

Apesar de já existirem há algum tempo, apenas 12 anos depois, no ano de 1984, se começou a utilizar a palavra vírus associando-a a estes problemas informáticos. Tudo começou nos laboratórios da Bell Computers, quando vários programadores tiveram a ideia de desenvolver um jogo com o nome de Core Wars, que tinha o objectivo de ocupar toda a memória RAM da equipa adversária, no melhor tempo possível.

Foi então a partir dessa altura, que se deu uma explosão de vírus informáticos, que começaram a atacar as diversas partes do computador, desde as partes de arranque (boot) das disquetes, até aos que se anexavam nos emails. O início desta epidemia deu-se em 1986, quando apareceram os vírus Bouncing Ball, Maconha e Brain, que foram os vírus mais importantes a serem espalhados em massa, estes vírus infectavam o sector de arranque das disquetes. Mais tarde, começaram a aparecer novos vírus que se alojavam nos ficheiros executáveis (.exe) e ficheiros de comando (.com).

O Casino 1991, foi o vírus mais marcante na história dos ataques informáticos. Este vírus ficava activo em três dias específicos do ano, mais concretamente nos dias 15 de Janeiro, 15 de Abril e 15 Agosto, mostrando a seguinte imagem no ecrã do computador:

c5

Este vírus ameaçava apagar toda a estrutura de dados do computador (FAT). De uma forma sarcástica, mostrava a mensagem que lia, “I have destroyed the fat on your disk! However, i have a copy in RAM, and i’m giving you a last chance to restore your precious data”, em português, “Destruí o sistema FAT do seu disco! No entanto, tenho uma cópia na RAM, e dou-lhe a última hipótese de restaurar os seus preciosos dados”.

O utilizador tinha então a hipótese de jogar um jogo do estilo de uma “Slot Machine” (daí o nome do vírus Casino). Caso conseguisse acertar em três letras “L”, ele restaurava todos os dados e ficava tudo bem, despedindo-se com a mensagem que lia, “Bastard! you’re lucky this time, but for your own sake, switch off your computer now and dont turn it on until tomorrow!”. Traduzindo, “Sacana! Desta vez teve sorte, mas para o seu próprio bem, desligue o seu computador e não volte a ligá-lo até amanhã!”.

No caso de não nos sair a tal sequência vencedora, de certo que a solução não iria ser tão simples.

Leave A Reply