O ISIS acabou de destruir dois dos monumentos mais históricos da Síria

0

Esta semana, o Ministro da Defesa Russo divulgou uma filmagem de drone que ilustra de perto a destruição que os terroristas do ISIS deixaram na histórica cidade Síria, Palmira, um dos marcos da cultura romana no Médio Oriente.

Este é um dos mais vis crimes de guerra para a arqueologia e a cultura de sempre, o famoso anfiteatro da cidade, está agora em ruínas, e também grande parte do Tetrapylon, o único e icónico monumento de 16 colunas, datado de há mais de 1700 anos.

Como poderá ver na filmagem de drone abaixo, o contraste das imagens mostra o chocante antes e depois da cidade ancestral. Isto foi após a segunda tomada da cidade pelos militantes do ISIS, uma vez que em Maio de 2015 eles já haviam conquistado a cidade durante cerca de 2 meses, e durante esse período, deliberadamente destruíram múltiplos monumentos ancestrais da cidade.

A cidade foi mais tarde reconquistada graças aos esforços das forças Sírias e Russas, mas no fim do ano passado, os rebeldes reconquistaram-na.

Para ter uma melhor noção do quão grandes e importantes estes monumentos eram, observe a foto abaixo tirada em Maio de 2016, com a Orquestra Mariinsky, uma das mais antigas orquestras Russas, a tocar no Anfiteatro de Palmira.

A devastação na cidade ancestral é colossal como pode ver na gravação, para além de ser um enorme crime de guerra, é também uma gigante perda para a cultura e para a humanidade.

Leave A Reply