O icebergue que se soltou da antárctica revelou um novo ecossistema

0

O icebergue gigante que se soltou da península antárctica em Julho, está aos poucos a se libertar da península antárctica, e a revelar um novo ecossistema que esteve escondido durante milhares de anos e só agora vê a luz do dia.

À medida que A-68, se afasta do Larsen C em direcção ao mar Weddel, vai lentamente expondo 5800 quilómetros quadrados de solo aquático que estiveram cobertos pelo icebergue, durante cerca de 120 000 anos, sem qualquer luz e com apenas uma ténue ligação aos oceanos através das fracas correntes da região.

Agora, os cientistas pretendem começar a explorar a zona que apresenta uma fantástica perspectiva positiva, uma vez que esteve praticamente isolada durante todo este período. Não se imagina quais as espécies que poderão estar na região vivas ou em fóssil, e como terão eventualmente evoluído de forma diferente.

A área agora exposta do Larsen C, foi denominada de área de interesse cientifico, estando por isso proibida toda e qualquer actividade comercial na região, incluindo pesca ou turismo, pelo período mínimo de dois anos, com a possibilidade de este período ser estendido para 10 anos, ou até por tempo indefinido, caso o interesse se mantenha.

O estudo da região à medida que o icebergue se afasta desta é importante porque permitirá aos cientistas melhor compreender eventos similares, que ao que tudo indica se tornarão mais comuns no futuro próximo, e estudar também como a vida selvagem reage à medida que o ecossistema se altera.

Não existe até agora qualquer prova de que este evento se deva directamente às alterações climáticas, embora tal seja provável, mas é mais do que certo que eventos similares irão acontecer com maior frequência, portanto é crucial melhor compreender como o ambiente e a vida desse ecossistema reagem e se adaptam às mudanças trazidas por esta grande mudança.

Aguardamos mais novidades acerca deste ecossistema escondido e das surpresas que nele poderão estar contidas.

Leave A Reply