Novo túmulo com mais de 3500 anos descoberto no Egipto

0

Foi descoberto no Egipto, perto de Luxor um novo túmulo, pertencente a um ourives e à sua esposa, com cerca de 3500 anos. Descoberto na necrópole de Dra Abul Naga, no lado Oeste do Nilo, o novo túmulo contem estatuetas, múmias, objectos de cerâmica, e outros artefactos, segundo anunciou o ministro das antiguidades do País.

Uma das estátuas representa um ourives, de nome amenemhat, sentado junto da sua esposa, e por baixo está representado um dos seus filhos. Segundo os arqueologistas, a família terá vivido no Egipto durante a 18ª dinastia. Dentro, existem duas câmaras funerárias, uma contém algumas múmias, sarcófagos e máscaras funerárias, além de outras estatuetas do casal. Já a segunda câmara contém sarcófagos da 21 e 22 dinastias.

Apesar de a câmara ser uma nova descoberta, não está nas melhores condições, mas o seu conteúdo poderá ser importante, ao fornecer eventuais pistas para outras descobertas. A câmara contém cerca de 50 ânforas funerárias, das quais 40 contém pistas para outros túmulos, pertença de pelo menos 4 oficiais do período em questão.

Foram na mesma altura também encontrados outros túmulos nas imediações, e num deles, foi encontrada a múmia de uma mulher que terá morrido com cerca de 50 anos, e a análise inicial desta múmia, revela que esta terá morrido devido a diversas doenças, inclusivamente uma infecção bacteriana nos ossos.

Já em Abril, na mesma necrópole, havia sido encontrado outro túmulo que continha diversas múmias, cerca de dez sarcófagos de madeira, e mais de mil estátuas funerárias.

Estas descobertas foram todas feitas perto do local onde foi descoberto o túmulo do faraó Tutankhamun.

Leave A Reply