Novo teste permite detectar cancro dez anos antes

0

Dentro de cerca de dois anos, chegará ao mercado um novo teste de sangue, que permitirá detectar qualquer tipo de cancro, com até 10 anos de antecedência da manifestação do mesmo. Este gigante avanço da medicina, funciona como uma biopsia liquida, e irá permitir um tratamento muito mais eficaz dos vários cancros, devido à sua detecção bastante precoce, e baseia-se num processo simples, através da simples análise do sangue do individuo em questão, o computador irá pesquisar ADN de tumores que se encontre em circulação na corrente sanguínea, conseguindo não só detectar a presença de tumores e a sua localização, mas também saber o quanto o cancro se espalhou.

A verdade é que muito antes de serem detectados quaisquer sinais externos referentes à presença de qualquer tipo de cancro, este já se poderá ter desenvolvido no nosso corpo, e detritos dos seus tumores, já circulam, em grande parte dos casos, na corrente sanguínea.

Através do código genético fornecido por estes detritos, os cientistas conseguem então saber a sua expansão e em que zona do corpo os tumores se estão a desenvolver, e a ideia é disponibilizar os testes, que deverão chegar ao mercado nos próximos dois anos, nos exames de rotina ao sangue.

Os cientistas, acreditam que esta detecção prematura desta enfermidade permitirá não só aumentar a taxa de sucesso de tratamento, como evitar muitos efeitos secundários derivados da evolução do cancro, bem como diminuir drasticamente os números de mortes por este mal, poupando assim milhares de vidas no processo.

Os tipos de cancro mais agressivos como o cancro do pulmão, do ovário ou do pâncreas, são alguns dos que poderão obter mais benefícios deste novo método, uma vez que são tipos de cancro que só conseguem actualmente ser diagnosticados já em fases bastante avançadas, não permitindo assim uma resposta eficaz a fim de trata-los atempadamente, e estima-se que graças a estes novos testes, possam ser poupadas cerca de 45% das mortes em relação aos números actuais, representando uma diferença e mais-valia abismal.

Segundo os testes efectuados, os cientistas apuraram que o teste tem uma taxa de detecção de cerca de 90%, os cientistas estão neste momento a trabalhar para tornar este teste o mais eficiente possível a fim de poupar o maior número de vidas possível.

Numa fase inicial, os testes serão disponibilizados a pacientes com risco pré-existente de desenvolvimento de cancro, e espera-se que na fase inicial o valor ande à volta de 1600€, vindo rapidamente a descer assim que estes testes forem disseminados fixando-se então, segundo as estimativas, nos 170€.

Comment