Multitasking Online só para alguns

0

A Internet pode ser uma fantástica fonte de informação e nos ajudar tremendamente, mas é também ao mesmo tempo, a nossa maior fonte de distracção, basta precisar de encontrar algo na internet, para de repente se deparar com diversos separadores abertos e a se perguntar como foi parar a uma página que nada tem a ver com aquilo que pesquisava.

Já sabemos, devido a estudos passados que a capacidade geral humana para efectuar várias tarefas ao mesmo tempo (multitasking) é bastante limitada e que quando o conseguimos, a capacidade de processamento cerebral diminui, mas algumas pessoas, têm uma melhor capacidade de multitasking online do que outras. A capacidade de poder alternar entre várias páginas e ainda assim conseguir encontrar o conteúdo que procurávamos deve-se sobretudo à nossa capacidade de memória de trabalho.

Mas o que é a memória de trabalho?
A memória de trabalho é uma parte do cérebro responsável pelo armazenamento e processamento de informação, capacidade de decisão e planeamento. É também responsável pela atenção, qualidade e quantidade de informação que é armazenada tanto na memória de curto prazo como na memória de longo prazo, por outras palavras, é a capacidade de reter certa informação durante o processamento de outras informações ou tarefas.

A nossa memória de trabalho consegue apenas armazenar um número limitado de informação, e outros estudos revelaram que interrupções poderão afectar grandemente a capacidade de efectuar diversas tarefas ao mesmo tempo.

Num estudo efectuado, ao ser pedido a 30 alunos para pesquisarem acerca de um tema à escolha de entre um grupo do qual metade dos temas eram completamente novos, os alunas com maior memória de trabalho tiveram uma maior capacidade de multitasking, e diversas estratégias para pesquisa do tema como a utilização de diferentes navegadores, formulação de diferentes conjugações de termos para pesquisa e a constante navegação entre separador de navegador.

Além disso, aqueles que possuíam menor capacidade de memória de trabalho, consideraram que os temas desconhecidos se tornaram mais complexos à medida que a pesquisa avançava. Disseram também que não conseguiam formular novas e mais complexas pesquisas, ao contrário do que se passava com os temas dos quais já tinham conhecimento prévio.

Este estudo confirmou também que pessoas com fraca memória de trabalho têm uma menor capacidade de se manterem focados e de manter atenção na informação relevante.

Leave A Reply