Mina de Carvão na Alemanha transformada numa bateria para energia renovável

0

A Alemanha está a transformar a sua mina de carvão Proper-Haniel com meio século de serviço num gigantes central de acumulação para armazenar energia hidroelétrica e providenciar energia a cerca de 400 000 lares. A minha de carvão irá ser encerrada algures no próximo ano, e só aí, irá ser dado início à conversão. A Alemanha espera também fazer o mesmo procedimento em outras instalações similares existentes no país durante os próximos anos.

O projecto resulta de uma colaboração entre diversas universidades alemãs, com firmas de engenharia do sector privado, bem como o próprio governo. A viabilidade tem vindo a ser avaliada no local desde 2012, a mina de 600 metros de profundidade providencia algo que a zona em si não tinha, elevação, que é crucial para criar uma central de armazenamento como a da presente central, com um reservatório num ponto mais alto a alimentar outro num ponto inferior.

O fluxo de água alimenta as turbinas e gera electricidade, com a água a ser bombeada novamente durante períodos de baixa demanda.

“Em regiões como a zona de Rhineland ou Ruhr, a ausência de relevo na paisagem faz com que não exista as diferenças de altura necessárias [para a energia hidroeléctrica]”, explica o site do projecto. “É aqui que as antigas minas de carvão entram em acção”.

A central de 200 megawatts, irá pegar na energia das turbinas eólicas, dos painéis solares, e das fontes de biomassa, e da bateria, onde a água poderá sair da mina durante com muito sol ou vento, armazenando a energia como um volume da água à superfície, até que esta seja necessária.

Existem cerca de 26 quilómetros de tuneis, que conseguem conter cerca de um milhão de metros cúbicos de água no seu interior, e apesar de instalações similares normalmente consumirem mais energia do que geram, são bastante importantes para manter o balanço enquanto outras energias renováveis estão temporariamente indisponíveis.

Se a central funcionar conforme esperado, irá ajudar a região circundante a alcançar os 30 porcento de energia proveniente de fontes renováveis até 2025. O projecto irá também ajudar a criar novos empregos e gerar actividade económica numa zona onde a população local maioritariamente depende de lucros provenientes de combustíveis fosseis.

Outra vantagem da conversão destas antigas minas, é a ausência da necessidade de interferir com a paisagem natural, e de não existir a necessidade do desvio de rios como em outros tipos de centrais hidroeléctricas. E claro, torna uma antiga central de combustíveis fósseis, numa central de energia limpa, o que é genial.

Comment