Foram descobertas 163 novas espécies na região do Mekong durante 2015

0

O Grande Mekong, que segue o curso do rio com o mesmo nome, localizado no sudeste da Ásia, é uma das regiões de maior biodiversidade do mundo, mas também uma das mais ameaçadas.

Novos registos e 1 ano de pesquisa e recolha de dados, trouxeram novidades para o mundo das plantas e animais da região.

Foram descobertas, por exemplo, uma serpente com as cores do arco-íris na cabeça, uma lagartixa com cornos, semelhante a um “dragão”. Estas são duas das 163 novas espécies descobertas em 2015 na região do Mekong, informou hoje o Fundo Mundial para a Natureza.

As novas espécies descritas recentemente, durante este ano de 2016, foram relevadas pela primeira vez pelos cientistas e incluem nove anfíbios, 11 peixes, 14 répteis, 126 plantas e 3 mamíferos, todos eles encontrados em zonas remotas desta região que se estende pela China, Birmânia, Laos, Tailândia, Camboja e Vietname. Indicações dadas segundo o Fundo Mundial para a Natureza (WWF, na sigla em inglês).

As descobertas publicadas num novo relatório também incluem uma variedade de plátano de flor vermelha, descoberto no norte da Tailândia, uma rã alaranjada, encontrada no Camboja e Vietname, e ainda uma lagartixa de pele azul pálido, encontrada no Laos.

O Grande Mekong, que segue o curso do rio com o mesmo nome desde o planalto tibetano, através do sudeste da Ásia, é uma das regiões de maior biodiversidade do mundo, o que veio a ser provado com o total das descobertas só do ano de 2015, mas também uma das mais ameaçadas por vários projectos de desenvolvimento e caça furtiva.

Em comunicado, o WWF alertou que a zona se encontra sob “uma pressão sem precedentes” de desenvolvimento, o que ameaça a sobrevivência dos espaços naturais que a tornam única e da sua biodiversidade.

Os dados e espécies de fauna e flora descobertos ao longo de 2015, foram durante este ano estudados, analisados e catalogados, e o WWF espera poder continuar a procura de novas espécies tanto de plantas como de animais, pois esta região ainda tem muito para nos oferecer.

Comment