Foi possível transformar hidrogénio em metal

0

Alguns cientistas, após numerosas tentativas, conseguiram finalmente transformar hidrogénio em metal, resta saber agora, se o material é estável a temperaturas normais.

Foram dois cientistas da Universidade de Harvard que conseguiram finalmente transformar hidrogénio em metal, descoberta essa que pode vir a revolucionar o mundo.

Há cerca de 100 anos que cientistas de todo o mundo tentam incansavelmente transformar hidrogénio em metal, no entanto, foram Isaac Silvera e Ranga Dias, de Harvard, que conseguiram alcançar tal proeza, obtendo assim uma pequena quantidade daquele que é, provavelmente, o material mais raro e valioso do planeta Terra e os cientistas chamam-lhe o “Santo Graal da física de alta-pressão”.

O metal obtido a partir do hidrogénio pode revolucionar a tecnologia ao possibilitar a criação de computadores super-rápidos, comboios de alta velocidade ou carros ultra eficientes. Pode até permitir explorar o universo como nunca antes.

“Esta é a primeira amostra de metal de hidrogénio na Terra. Quando olhas para isto estás a olhar para algo que nunca existiu antes”, explicaram os cientistas ao The Independent.

Por agora, a pequena peça de metal só pode ser vista através de dois diamantes utilizados para “esmagar” o líquido de hidrogénio a uma temperatura abaixo do congelamento. A sua “pequenez” não é problema, mas há um risco: perceber se o metal é estável sob pressão e a temperaturas normais. Até agora, a quantidade de pressão necessária para a transformação é gigante, ou seja, mais do que a encontrada no centro da Terra e os cientistas ambicionam baixa-la.

Se se retirar a pressão, continua a ser metal, similar à forma como os diamantes se formam a partir de grafite sob intenso calor e pressão, mas permanecem diamantes quando o calor e a pressão são removidos.

Além disso, é necessária uma grande quantidade de energia para produzir metal a partir de hidrogénio. Contudo, apenas 15% da energia é perdida durante a transformação. “Por isso, se pudesses criar fios a partir desse material e usa-los na rede de electricidade, isso podia mudar a história”, garantiu Silvera.

Leave A Reply