Físicos Descobriram Nova Forma de Luz

0

Que Haja Luz

É fácil darmos a luz como garantida e assumirmos que sabemos tudo o que temos a saber acerca do que há a saber acerca dela – afinal, está por todo o lado. Mas na realidade, poderemos apenas ter visto a ponta da luz.

Hoje, os físicos anunciaram que descobriram uma nova forma de luz. É completamente diferente das regras existentes acerca da luz e do momento angular, demonstrando que a luz poderá adquirir novas e inesperadas formas, e estas poderão fundamentalmente alterar a nossa forma actual de compreender a radiação electromagnética.

A declaração de imprensa da TCD explica como o momento angular opera em relação à luz:

“Um feixe de luz é caracterizado pela sua cor ou comprimento de onda e uma quantidade menos familiar como o momento angular. O momento angular mede a quantidade de rotação de algo. Para um feixe de luz, mesmo que a viajar numa linha recta, poderá ainda assim rodar sobre o seu próprio eixo. Portanto quando a luz do espelho atinge o seu olho de manhã, cada fotão distorce um pouco o seu olho, de uma forma ou de outra”.


(Vídeo em Inglês)

Até hoje, era presumido que a luz, independentemente da forma, teria um número certo para o momento angular (uma quantidade constante que mede a quantidade da rotação da luz). Pensava-se que o valor seria sempre um múltiplo da constante de Planck (a constante física que define a escala de efeitos quânticos).

No entanto, pesquisadores do Trinity College Dublin dizem ter conseguido demonstrar que um novo tipo de luz existe – e neste tipo o momento angular é apenas metade deste valor constante.

A sua pesquisa foi publicada no jornal, Science Advances.

Física Teórica

Mas o que representa isto tudo? “O tópico da luz sempre foi interessante para os físicos, e sempre foi tida como uma das áreas da física melhor compreendida”, acrescentou um dos pesquisadores, Stefano Sanvito. “Esta descoberto é um avanço para o mundo da física e para a área da ciência”.

Para além de alterar completamente a nossa compreensão da luz, esta nova informação poderá em última instância ajudar-nos a melhorar a velocidade e segurança da nossa tecnologia actual, como os cabos de fibra óptica. De forma simples, isto signifique que, se esta nova forma de luz poder ser trabalhada, poderá levar a conexões de internet mais seguras e mais rápidas.

Dito isto, é importante notar que ainda temos um longo caminho a percorrer antes de recebermos todos os benefícios desta brilhante nova descoberta. Uma equipa independente de pesquisadores terá de conseguir obter os mesmos resultados da equipa original por forma a corroborar que os resultados da equipa da TCD não foram apenas um caso isolado (como um artefacto).

[Futurism]

Leave A Reply