Existem pessoas a criarem powerwalls com baterias velhas

0

Recorrendo a baterias antigas de portáteis e outros utensílios electrónicos, algumas pessoas têm vindo a desenvolver as suas versões de Powerwall’s. Desde que a Tesla apresentou no ano passado uma bateria para casa, conhecida como Tesla Powerwall, a capacidade de manter um lar fora da rede eléctrica ou de ter pelo menos uma alternativa eficiente para o caso de falha de corrente passou a ter um claro líder, mas os 5500 dólares do preço desta, faz com que grande parte dos consumidores não disponham de condições financeiras para a aquisição de uma.

Acontece que alguns entusiastas com conhecimento electrónico, decidiram que apesar de não disporem das condições financeiras para adquirir a bateria para casa da Tesla, poderiam desenvolver as suas próprias versões por um fracção do preço, e com a mesma capacidade de armazenamento de energia.

Estes entusiastas recorreram à utilização de velhas baterias de portáteis recicladas, que apesar de estarem em fim de vida para a função que foram criadas, ainda tinham uma palavra a dizer, e esta era, a união faz a força, e assim, ao unirem diversas unidades de bateria, estes conseguiram criar uma bateria com uma capacidade bastante respeitável.

Ao pesquisarmos na Internet, conseguimos encontrar diversos vídeos de YouTube e tutoriais de pessoas a construirem as suas próprias powerwall’s. O tipo de bateria mais utilizado para o efeito são as baterias de ião de lítio 18650, caracterizadas por estarem cobertas por um plástico colorido, e podem ser encontradas em baterias de portáteis por exemplo.

Mas o facto de ser bastante mais barato, não é o único incentivo que leva à preferência por estas versões caseiras da Powerwall, ao cria-las com recurso a velhas baterias de computadores portáteis, estamos também a proteger o ambiente, ao reciclar.

É extremamente importante ter em conta que para elaborar um dispositivo como o citado é necessário material profissional e um extenso conhecimento de electricidade a fim de manter a segurança, e não estamos de modo algum a incentivar o utilizador comum a criar uma Powerwall, podendo o mesmo fazê-lo, mas a seu próprio risco.

Comment