Curioso Alinhamento de Buracos Negros Descoberto

0

Radiotelescópios detectaram um curioso alinhamento de buracos negros. Os radiotelescópios detectaram um curioso alinhamento cósmico. Vários buracos negros, a 7 biliões de anos luz da Terra, e que parecem estar a girar e apontar na mesma direcção.

Pesquisadores Sul Africanos descobriram que este alinhamento se estende ao longo de mais de 60 milhões de anos luz, mas eles ainda não sabem ao certo como se formou. Os astrónomos olharam para os 65 jactos das galáxias rádio e descobriram que uma grande fracção deles estavam alinhadas ao longo de um filamento de cerca de 1º. Eles analisaram a probabilidade de ser um evento aleatório e descobriram que a probabilidade é inferior a 0.1 por cento.

“Como estes buracos negros não têm conhecimento uns dos outros, e não têm nenhuma forma de trocar informação ou se influenciarem uns aos outros directamente ao nível de tão vastas escalas, este alinhamento de rotação deve ter acontecido durante a formação das galáxias no início do universo”, disse numa declaração, o Professor Andrew Russ Taylor, autor principal do estudo.

Nos instantes seguintes ao Big Bang, o universo passou por uma fase de crescimento exponencial chamada inflação cósmica. À medida que o universo se expandiu, as flutuações quânticas primordiais foram esticadas até atingirem escalas macroscópicas; estas flutuações geraram pequenas diferenças entre a distribuição de matéria no universo, e com o passar do tempo eles tornaram-se no que podemos observar no cosmos hoje em dia – a chamada teia cósmica.

A teia cósmica indica que as galáxias estão distribuídas em aglomerados com filamentos que se esticam entre eles e grandes vazios à sua volta. No interior da teia, de acordo com as principais teorias de cosmologia, as galáxias podem se alinhar como quiserem, portanto, esta descoberta claramente não era esperada.

O documento, publicado no Monthly Notices da Royal Astronomical Society, sugere potenciais explicações para este fenómeno. Por exemplo, um campo magnético cósmico poderá fazer com que os buracos negros, e os seus jactos, se alinhem; outra explicação inclui campos associados com partículas exóticas, ou mesmo cordas cósmicas peculiares como causa do alinhamento.

A descoberta foi uma surpresa para os astrónomos. O objectivo da investigação era observar mais fracas fontes rádio no universo, preparando caminho para a próxima geração de radio observatórios como o MeerKAT e o Square Kilometer Array.

“Estamos a começar a entender como estruturas de larga escala do universo se formaram, começando com o Big Bang e crescendo como resultados dos distúrbios no universo primordial, até o que temos hoje em dia”, diz o Professor Taylor, “e isto ajuda-nos a explorar como será o universo de amanhã”.

[IFLScience]

Leave A Reply