Cientistas Encontraram um “Ponto-Fraco” no HIV que poderá Abrir Caminho para uma Vacina

0

Há décadas, que cientistas por todo o mundo têm concentrado esforços em arranjar uma forma de lidar com o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). Claro, eles desenvolveram formas de tratar os infectados e de fazerem com que o vírus se mantenha afastado, mas prevenção real é outro caso – O HIV foi observado pela primeira vez clinicamente em 1981 e até agora não temos uma vacina.

Mas talvez esta nova pesquisa nos ajude a finalmente erradicar em vírus astuto.

Um Ponto Fraco

Uma conferência de imprensa recente informa que uma equipa de cientistas dirigida pela National Institutes of Health (NIH) encontrou um novo “ponto fraco” no HIV que pode facilitar as vacinas. A área, chamada fusão peptídea, é uma estrutura simples de oito aminoácidos que ajudam o vírus a se fundir à célula.

De acordo como estudo, a equipa utilizou um anticorpo particularmente forte, chamado VRC34.01, tirado do sangue de um paciente não identificado HIV-positivo que detectou o ponto fraco no vírus.

Não só é capaz de se unir com o vírus através da fusão peptídea, mas também consegue prevenir que este infecte uma célula totalmente. Ao cristalizar o processo de união mesmo no momento em que o mesmo está a acontecer, os cientistas conseguiram observar este fenómeno a um nível molécular.

Model of the VRC34.01 antibody (green and yellow) bound to the fusion peptide (red) on a spike on HIV’s surface (gray).

Ainda Bastante Distante

Notavelmente, não foi apenas este paciente em particular que processou o poderoso anticorpo que impede que o HIV infecte as células. Os pesquisadores monitorizaram outros voluntários HIV-positivos e descobriram que 10 das 24 amostras sanguíneas apresentavam o mesmo mecanismo de direcionamento como o VRC34.01.

Apesar de tudo isto parece promissor, os cientistas ainda precisam de encontrar uma forma de fazer surgir anticorpos similares em outros pacientes que não tiveram a sorte de possuir o VRC34.01 nos seus sistemas. Isto significa que serão necessários testes em animais antes dos testes em humanos.

Ainda assim, isto é, sem duvida um ponto positivo para aqueles que trabalham para erradicar o HIV.

[Futurism]

Leave A Reply