A BIOS poderá desaparecer já em 2020, segundo a Intel

0

A BIOS, base de configuração a nível de placa-base dos computadores há já cerca de 40 anos, tem conseguido sobreviver a toda a evolução da tecnologia, mas tudo mudou com a chegada do UEFI há poucos anos, quando o reinado isolado da BIOS foi perturbado por esta nova tecnologia.

Até agora, muitos são os fabricantes que têm optado por manter a BIOS nas suas motherboards, tanto por limitações a nível de hardware, como para manter o controlo de custos deste tipo de hardware, mas a Intel anunciou que 2020, será a data de término de suporte para a BIOS.

A Intel fez esta revelação recentemente no evento UEFI Plugfest, quando apresentou os seus planos de futuro para o sistema base das motherboards, informando que a BIOS desapareceria do seu hardware já em 2020, por questões lógicas como a segurança que pretende atribuir aos seus utilizadores, das mais diferentes áreas e sectores.

Aliás, na verdade a Intel já abandonou de forma não oficial a BIOS há bastante tempo, tendo já aceitado como padrão a UEFI e passado a integrar exclusivamente a UEFI, mas manteve o suporte para a antiga tecnologia.

A verdade é que grande parte dos utilizadores não irá sentir de forma alguma a mudança anunciada pela Intel, uma vez que a mesma será transparente e não terá qualquer tipo de impacto, sendo que o que acontecerá é que os utilizadores com hardware mais antigo deixarão de ter acesso a suporte.

Existirá também o término do suporte de sistemas 32 bits, devido à eliminação pela parte da Intel da plataforma Compatibility Support Module, que permitia a compatibilidade deste tipo de sistemas com a plataforma 64 bits.

Os restantes fabricantes de processadores ainda não se manifestaram em relação ao assunto, mas tudo indica, que os mesmos irão seguir o exemplo da Intel, principalmente devido à uniformização do mercado deste tipo de hardware.

Leave A Reply