A barragem chinesa Three Gorges está a afectar a rotação da Terra

0

Esta é a maior barragem do mundo, a barragem Three Gorges, localizada na China, e está a chamar a atenção dos cientistas da NASA, existe a possibilidade de interferir com a rotação da Terra. Esta colossal estrutura, realizada pela mão humana, situa-se na província de Hubei e é considerada a maior estação de energia hidroeléctrica do nosso planeta.

A Barragem das Três Gargantas, “長江三峽大壩” em chinês tradicional, é a central hidroeléctrica com a segunda maior barragem e represa do mundo. Quando esta está cheia, a água chega a ficar 175 metros acima do nível do mar e a 95 metros acima do nível do rio. A barragem alberga 632 quilómetros quadrados de água e gera cerca de 22500 MW de energia.

A Three Gorges foi construída no rio Yang-tsé, o maior rio da China e a sua construção foi iniciada em 1993 e concluída em 2006. Tem 2309 metros de comprimento e 185 metros de altura. Na sua construção foram utilizados cerca de 27.200.000 metros cúbicos de betão e 463.000 toneladas de ferro (o equivalente para construir 63 Torres Eiffel).

Sabemos que há situações que podem influenciar a forma como a Terra gira em torno do seu próprio eixo. Esta grande quantidade de água, mais propriamente, 39,3 quilómetros cúbicos de água, podem influenciar a rotação do planeta Terra. Esta barragem, na sua carga máxima, com os 22500 MW de energia, tem essa capacidade.

A forma como influencia a rotação da Terra é a seguinte:

Quanto maior a distância da massa de um corpo ao seu eixo de rotação, mais lento ele irá girar. Ou seja, acontece o mesmo quando um atleta de patinagem artística quer rodar muito rápido: para o conseguir, este começa a rodar com os braços abertos e depois coloca os braços junto ao corpo, aproximando a massa destes do eixo de rotação e dando-lhe assim mais velocidade. O mesmo acontece com o planeta Terra.

Foi a Agência Espacial NASA que confirmou que realmente, sempre que a barragem atinge o seu nível máximo de capacidade, é possível que esteja a afectar o movimento da Terra, devido ao momento de inércia.

E, segundo os seus estudos, aquando da barragem na sua capacidade máxima, o planeta é afectado na sua forma, tornando-o mais arredondado no meio e achatado nos pólos. Já em relação à rotação da Terra, esta aumenta a duração do dia em 0,06 microssegundos. Perante esta conclusão dos cientistas da NASA, ao que parece, não há motivos para preocupação, pelo menos para já.

Leave A Reply