Avião eléctrico pode voar até 965 km com uma única carga

0

Não estamos apenas na era dos automóveis eléctricos, este conceito está a propagar-se a todos os veículos, desde motas, passando pelos veículos pesados e até mesmo aos aviões.

A empresa chama-se Eviation, e apresentou o seu primeiro protótipo de uma aeronave totalmente eléctrica, que terá uma autonomia para voar cerca de 965 quilómetros com uma só carga. Este pequeno avião tem a capacidade para transportar seis passageiros e dois membros da tripulação.

O modelo de negócio que a empresa quer implementar é semelhante à da Uber, mas aplicada à aviação. Ou seja, pequenas aeronaves que tenham custos baixos no que toca à sua manutenção e operação.

“Nesta altura, em que estamos mais conectados, as nossas opções de mobilidade devem adaptar-se para reflectir este novo e eficiente futuro. A nossa aeronave totalmente elétrica representa uma chance para que as pessoas se movam com a velocidade e o impacto que a nossa economia global agora exige”, assim referiu o CEO da empresa, Omer Bar-Yohay.

Ainda que tenha sido revelado apenas o protótipo da EviationAircraft, a empresa afirma que já realizou missões de prova de conceito. A Electrek informa ainda que a Eviation pretende avançar para os estágios de certificação e comercialização até ao próximo ano de 2018, ainda que o primeiro modelo de produção possa não chegar até 2020.

Segundo a Comissão Global Europeia para as Alterações Climáticas, o sector aéreo representa mais de 2% das emissões totais do mundo. “Se a aviação global fosse um país, seria classificada nos 10 principais emissores”, afirmou a Comissão. Na verdade, deslocar o sector aéreo para longe dos combustíveis produtores de gases com efeito de estufa, é um aspceto fundamental para mudança ambiental global.

Esta aeronave da Eviation poderia ser um elemento-chave para instigar essa mudança, uma vez que o objectivo da empresa é fornecer serviços “que em custo bata o combustível fóssil, mas que tenha zero emissões”. Ao tornar as suas aeronaves atraentes no campo económico como no campo ambiental, a empresa forneceria assim um serviço que as pessoas precisam, e ao mesmo tempo ajudava a salvar o meio ambiente.

O sector eléctrico de transporte aéreo está a observar um crescimento significativo, graças à NASA, que actualmente está envolvida em diversos projectos.

O Eviation Aircraft é na verdade, parte do programa On-Demand Mobility da agência, e a NASA também é responsável pelo GL-10, um conceito eléctrico que funciona como uma mistura de um helicóptero com um avião.

A empresa Wright Electric também lidera e planeia fazer uma aeronave muito maior do que a que foi apresentada agora pela Eviation. O Wright terá uma capacidade para transportar 150 pessoas, o que significa que poderá substituir aeronaves tradicionais nos voos de médio curso, como de Nova Iorque a Boston.

A possível concretização destes projectos seria um grande passo em frente, no esforço global para acabar com nossa dependência de combustíveis fósseis e desfazer alguns dos danos já provocados ao ambiente.

Leave A Reply