Alforreca esquisita encontrada na Fossa das Marianas

0

Sabe o que é fantástico? Quando os cientistas estão tão entusiasmados com o trabalho que estão a fazer, eles põem tudo à vista para que possamos assistir do conforto dos nossos ecrãs de smartphone, como esta espectacular transmissão ao vivo de um rover subaquático a explorar as profundezas da Fossa das Marianas.

O que é tão viciante acerca desta transmissão – que vai estar a correr até ao fim da expedição a 1 de Julho – é que a qualquer momento, esse rover intrépido poderá se cruzar com algo que nós nunca vimos. Com as novas estimativas a nos dizerem que ainda temos de descobrir 99.999 porcento de 1 trilião de espécies da Terra… as chances de vermos algo novo são bastante altas.

Caso concreto: esta ridícula alforreca, que os pesquisadores do veículo Okeanos Explorer da NOAA detectou à profundidade de 3700 metros no adequadamente chamado Enigma Seamount – uma profunda, cordilheira subaquática mesmo a oeste da Fossa das Marianas.

Como Jennifer Frazer reportou para a Scientific American, a equipa por detrás desta descoberta suspeita que esta estranha e empapada alforreca pertence à espécie Crossota – um grupo conhecido por serem vagabundos desde o nascimento até a morte.

“Eles também acham que este animal é um predador de emboscadas”, disse Frazer. “Note a postura que ele assume na primeira metade do vídeo: o seu corpo quieto e os seus tentáculos esticados como as escoras de uma teia de aranha, à espera que algo vá contra elas”.

Ah e esses engraçados, e brilhantes globos amarelas na campânula transparente? Provavelmente são testículos, por isso pare de olhar.

A alforreca terá ainda de ser classificada – uma daquelas coisas que leva meses, ou talvez até anos, para finalizar – portante por agora, iremos apenas apreciar o quão espantosamente sortudo o rover Okeano foi ao estar no sitio certo, na altura certa para captar esta criatura ridícula.

Também detectado durante este mergulho em particular, um estranho Campo de Bolas, que os pesquisadores pensam ser uma vasta colónia de Gromia Sphaerica amoebas, que são organismos marinhos unicelulares que se tornam em esferas.

Se alforrecas desconhecidas e campos de bolas são a sua coisa, mantenho os olhos na transmissão abaixo, para que não perca a descoberta destes tipos em tempo real.

[ScienceAlert]

Leave A Reply