10 Factos Tragicamente Engraçados Sobre a Coreia do Norte

0

Algumas nações são conhecidas pela sua neutralidade, outras são conhecidas pela sua agressividade e alguns até mesmo pelo seu chocolate. A Coreia do Norte, por outro lado, é conhecida simplesmente pela loucura das suas instituições e leis que a regem. Deve ser frisado que, embora o tratamento dado ao seu povo seja trágico, parte da história da nação é simplesmente hilariante. Do cabelo do ex-líder supremo Kim Jong-Il até aos óculos, há muito que rir quando se trata de Coreia do Norte.

10 – Calendário Norte Coreano
northkoreacalendar

As menores coisas podem ser melhores os exemplos de um regime que está distante de ter uma governação simples. Enquanto a maioria dos calendários são baseados na reforma do calendário gregoriano, o calendário da Coreia do Norte é baseado esperem, no nascimento do seu líder, Kim Il-sung. Como resultado, o ano na Coreia do Norte é 104. A adopção do calendário Juche significa que anos antes de 1912 (o ano do nascimento de Kim il-Sung) são utilizadas as datas do calendário gregoriano, depois do nascimento a data é a do calendário de Juche norte-coreano.

Por exemplo, 2015 seria “Juche 104, 2015” ou “Juche 104 (2015)”. E porque o calendário é baseado no nascimento de Kim Il-sung, a contar da data de sua morte – 8 de julho não é permitido a ser comemorado como um aniversário. O mesmo vale para o dia 17 de dezembro, dia da morte de Kim Jong-il.

9 – Kim Jong-il era um cinéfilo
shinsangok

Uma coisa é adorar filmes, outra é utilizar o seu poder para promover um programa psicótico de realização de filmes. Kim Jong-il foi relatado como sendo um cinéfilo obsessivo com uma colecção de mais de 20.000 cassetes de vídeo. Ele até produziu uma série de documentários patrióticos, mais de 100, sobre a história da pátria norte-coreana e escreveu um livro intitulado de: “On the Art of Cinema”. É desconhecido que tipo de qualificação ele teria para escrever tal livro.

O que verdadeiramente fez a sua obsessão por filmes assustadoramente engraçada foi a sua decisão de raptar Shin Sang-okey, o cineasta sul-coreano e sua esposa, a atriz Choi Eun-hee (são eles na foto acima), em 1978, a fim de construir a indústria de cinema da Coreia do Norte. Durante o seu tempo na Coreia do Norte, fizeram sete filmes antes de escapar para o Ocidente em 1986.

8 – O Photoshop
Photoshop

Na arena internacional, a demonstração de poder e força é demonstrada de várias maneiras. A mais óbvia é através da guerra ou ataque militar, enquanto outras formas incluem o poder de diplomacia para passar leis ou acordos internacionais. A Coreia do Norte tinha uma ideia diferente para demonstrar poder. Em 2015, Kim Jung-un saudou o recente teste de lançamento de um míssil submarino. No entanto, os especialistas provaram que as imagens são foram elaboradas no Photoshop.

Esta não foi a primeira vez que a Coreia do Norte tentou intimidar o mundo para depois ver comprovado que as imagens tinham tido origem no Photoshop. Na sua história recente, a media estatal norte-coreana publicou imagens de hovercrafts vindo das margens. No entanto, foi comprovado que as imagens dos veículos, eram na realidade a mesma imagem espelhada. Outros exemplos da sua utilização incluem imagens onde Kim Jong-il estava ao lado de outros generais militares, Ele é sempre alterada a nível de altura para parecer ter uma maior estatura.

7 – A Cidade Falsa
fakecity

No filme de Seth Rogen “The Interview”, existia uma mercearia que estava no meio da cidade. Parece estar cheia de comida e tenta representar um estilo de vida saudável, mas na verdade é falsa. Na realidade, a própria mercearia é falsa. Kim Jong-il financiou a criação de uma cidade inteira na fronteira da Coreia do Norte com a do Sul para promover a imigração pelos Sul Coreanos.

Não só o Supremo líder conduziu à criação de uma cidade falsa, mas a Coreia do Norte também foi agraciada com o maior prédio/hotel do mundo – uma pirâmide de 105 andares chamada Ryugyong, localizada em Pyongyang. Infelizmente, a estrutura permanece sem uso e vazia.

6 – Avistamento de Unicórnio
unicórnio

Provavelmente o cmais estranho na nossa lista é o avistamento de um unicórnio relatado na Coreia do Norte. Em 2012, os cientistas norte-coreanos revelaram ao mundo que os unicórnios são de facto reais. A Korean Central News Agency, a agência de notícias do estado, disse que os cientistas "haviam confirmado" o local do túmulo do unicórnio montado pelo rei Dongmyeong, o fundador do antigo reino coreano de Goguryeo (37 A.C. – 668 D.C.).

De acordo com a transmissão, túmulo do unicórnio foi redescoberto perto de um templo na capital Pyongyang, com uma pedra rectangular gravada com as palavras 'Toca do Unicórnio' na sua entrada. Mas nenhuma prova da real descoberta do unicórnio foi apresentada. Nós nem conseguimos imaginar uma razão para esta afirmação pela Coreia do Norte.

5 – Mundial de Futebol/strong>
Copa do mundo

Sendo um país com grandes problemas económicos, muitos norte-coreanos têm fugido do país: quase 23.000 pessoas nos últimos sessenta anos. É ilegal deixar o país sem a autorização do regime, ainda assim no Mundial de Futebol, uma legião de fãs da Coreia foi apoiar a sua equipa. Ou será que não?

Relatórios revelaram que os fãs que estiveram a apoiar a equipa de futebol da Coreia do Norte, foram na verdade actores chineses pagos para tal. Os actores foram "escolhidos a dedo" pelo regime norte-coreano para representar impecavelmente os fãs do Seu Páis. Infelizmente, a final do Mundial de Futebol não foi transmitido em directo para a população do país. Eles foram forçados a assistir ao jogo apenas 24 horas depois.

4 – Regras e Regulamentos
nojeans

Apesar da falta de liberdade e do da opressão pelo estado ao povo norte-coreano não ser de forma alguma engraçada, a aleatoriedade das regras e regulamentos tem de ser considerada pelo menos minimamente engraçada. Um dos mais estupidamente impressionantes regulamentos é a incapacidade de os norte-coreanos usarem calças jeans. É reportado que tal é considerado crime porque as jeans simbolizam o inimigo, os Estados Unidos da América. Outra questão extremamente trivial é também a lei do tipo de corte de cabelo que se pode utilizar no país.

Os homens são incentivados a ficar parecidos com o seu supremo líder e no geral apenas 28 penteados são permitidos no país no total. De acordo com uma reportagem da revista “Time”, as mulheres casadas são instruídas a manter seus cabelos curtos, enquanto às solteiras é permitido ter solto e comprido e até encaracolado. O controlo da vida diária dos seus cidadãos mostra o quão sistémicos os problemas são no país.

3 – NADA: A "Agência Espacial"
nada

Embora os Estados Unidos sejam considerados o inimigo mortal da Coreia do Norte, a criação pela nação de um programa de espacial tem uma impressionante semelhança com o logótipo do seu homólogo americano. O problema? Sua sigla foi um pouco falhada, ou então foi baseada nos avanços do programa. Apesar de "nada" ser o termo Português ou Espanhol, especificamente, para nada, é quase universalmente utilizado no mundo ocidental em geral que não descreve coisa alguma. Isto é exactamente o que a agência espacial norte-coreana tem realizado: nada.

De acordo com a North Korean Central News Agency, a criação do programa espacial começa o cumprimento do desejo de Kim Il-sung e Kim Jong-Il da concretização da Coreia do Norte como uma potência espacial. Com um nome como NADA, temos a certeza de que será capaz de explorar todas as inexistências do universo.

2 – Ameaças enviadas Através de Fax
faxmachine

Com uma estrutura de governo que limita a liberdade a um certo grau, não é nenhuma surpresa que o país esteja atrasado em termos da economia. A economia norte-coreana está em queda na sequência das sanções da ONU e de uma série de catástrofes naturais, de acordo com dados publicados pelo banco central de Coreia do Sul. Em 2010, Kim Jong-il prometeu aos seus cidadãos que a economia cresceria, mas os relatórios mostraram que a economia norte-coreana contraíu. Pela primeira vez em décadas, a Coreia do Norte cresceu quase o suficiente para ser autosuficiente em 2015.

Com a sua falta de crescimento e a exclusão do mundo, a Coreia do Norte parece se sentir bem utilizando meios de comunicação desactualizados. Enquanto uma ameaça por parte de outra nação não seja engraçado, a utilização de um meio tão arcaico para ameaçar guerra contra uma nação avançada como a Coreia do Sul é certamente hilariantes. Os fax’s foram enviados para o Ministério da Defesa Sul-coreano depois de manifestações na Coreia do Sul contra três gerações da ditadura norte-coreana.

1 – Necrocracia
necrocracy

O facto mais fascinante da nossa lista é que a Coreia do Norte é o único país no mundo que é uma Necrocracia – um governo que ainda opera sob as regras de um governante anterior, que já faleceu. Deixem para a Coreia do Norte, fazer o que não é feito em lugar nenhum do mundo. Todos os nossos outros factos fazem referência a esta forma de governo: o calendário que gira em torno da data de nascimento do seu líder, a incapacidade dos cidadãos de celebrar seus próprios aniversários se eles acontecerem no dia de sua morte e a confirmação da origem de um unicórnio no país.

O “ambiente de culto” pretende hipnotizar os cidadãos numa espécie de folclore, em vez de viver na realidade de pobreza e opressão. Infelizmente, a actual estrutura está preparada para continuar com a Kim Jung-un como líder supremo do país. Espero que a nossa lista demonstre o ridículo das políticas do país e do tratamento para com o seu povo.

[TopTenz]

Leave A Reply