10 Eventos Climáticos Extremamente Raros

0

É fácil se fartar de suportar sempre o mesmo clima todos os dias, mas mudanças drásticas podem realmente ser assustadoras. Estes são alguns dos mais raros fenómenos naturais já observados – alguns são bastante bonitos, outros mortíferos, e todos eles deixam as pessoas de boca aberta.

10 – multi-coloridas neve
rareweather1

Numa manhã gelada de 2010, cidadões de Stavropol, na Rússia acordaram para encontrarem as suas ruas repletas de neve multi-colorida. As pessoas ficaram espantadas quando viram amontoadas de neve de tons roxos e castanhos. As pessoas que ouviram a história poderão ter pensado que era um boato, mas os cientistas confirmaram, após analisar o assunto, que existiu uma queda de neve com uma infinidade de cores.

Não era tóxico, mas os peritos avisaram que não era aconselhável ingerir nenhuma da neve por provavelmente estar contaminada com poeira vinda de África. A poeira atingiu alturas vertiginosas na atmosfera superior onde se misturou com as nuvens de neve comum. Essa interação causou esta queda de neve colorida. Essa não foi a primeira vez que aconteceu – em 1912, neve negra caiu sobre o Alasca e Canadá. A cor negra deveu-se a cinzas vulcânicas e rochas que também se misturaram com as nuvens de neve comum.

9 – Derecho
rareweather2 - 640 x 481

Em 2012, uma massiva e violenta tempestade composta por várias trovoadas e ventos fortes deixou um rasto de destruição sobre todo o Centro-oeste e o Atlântico. Este terrível tipo de Tempestade é chamada de “Derecho”, e neste caso as tempestade foi apelidada de “Super Derecho” devido à sua severidade.

A principal causa de super tempestade foi o calor intenso que abrangeu a área com um pico de de ondulação. O estado de Virgínia sofreu um corte massivo de corrente – cabos quebraram-se como galhos, camiões tombaram como se fossem feito de cartão e 13 pessoas morreram.

Os “Derechos” são extremamente raros em todo Atlântico, ocorrendo apenas a cada quatro anos ou assim. Outro “Derecho” extremamente raro aconteceu nos Estados Unidos em 2009. A Tempestade deslocou-se 1600 quilómetros num único dia, deixando vários mortos e ainda mais feridos. Uns aterrorizantes 45 tornados atingiram o local durante a Tempestade.

8 – Trovoada de Neve
rareweather3 - 640 x 442

Os moradores da costa lesta dos Estados Unidos estavam a enfrentar uma tempestade de neve comum em 2011, quando de repente observaram relâmpagos entre a neve. estava a ocorrer uma Trovoada de Neve diante dos seus olhos.

Uma Trovoada de Neve tem a mesma base de funcionamento interna de uma tempestade normal formando-se através do movimento ascendente de ar húmido. É a combinação de ar inferior húmido como ar superior gelado que causa os relâmpagos e as trovoadas. Por isso é que Trovoadas de Neve são tão raras, vendo como temperaturas de solo inferiores não estão normalmente presentes enquanto neva.

Os especialistas observaram que a ocorrência de Trovoadas de Neve provavelmente representam quedas de neve mais intensas. Pesquisadores descobriram que há um excesso de 80 por cento chance que um mínimo de seis polegadas de neve profunda vai cair dentro de um raio de 70 milhas do flash iluminação que ocorrem durante uma tempestade de neve.

7 – Tempestade Solar Colorida
rareweather4 - 640 x 426

Todos sabemos que a aurora boreal, que geralmente aparece como remoinhos azuis e verdes no céu. No entanto, as tempestades solares às vezes são tão intensas que fazem com que um caleidoscópio de cores apareçam e pode também ser visto em regiões onde as pessoas nunca testemunharam antes. Em 2012, uma dessas tempestades solares intensas criou uma aurora particularmente bonita no Crater Lake em Oregon. Os cientistas acham que duas nuvens de partículas brilhantes foram arremessadas na direção da terra por manchas solares maiores do que o nosso planeta. A intensidade das auroras fez com que esta fossem vistas até em Maryland e Wisconsin, e criaram também um belo espetáculo no Canadá na sua viagem pelo Ártico.

6 – Tornados Gémeos
rareweather5 - 640 x 426

Tornados ocorrem todos os anos ao redor do mundo, mas tornados gémeos só ocorrem entre cada dez a vinte anos. Quando aparecerem, eles causam destruição em massa. A cidade de Pilger em Nebraska tem experiência em primeira mão do dano puro que estes tornados podem infligir numa questão de minutos. O fenómeno do tornado gémeo atingiu a cidade em 2014, resultando na morte de uma criança e a lesão de dezanove outras.

Há algum desacordo sobre como os tornados gémeos se formam. Alguns especialistas acreditam que o processo de oclusão é propício para a formação destes ciclones. A oclusão ocorre quando um tornado único é envolvido com humidade do ar frio. Quando o tornado "envolvido" começa a enfraquecer pode se dividir em dois tornados. Isto geralmente acontece quando existe uma grande quantidade de energia presente na tempestade original.

Outros argumentam que as tempestades de vórtices múltiplos ou mesmo super células separadas são a fonte dos tornados gémeos. Seja o que for, todos os especialistas concordam que tornados gémeos são mortais e um lugar de abrigo é imperativo no caso deste fenómeno.

5 – Gustnado
rareweather6 - 640 x 414

Gustnado é o termo utilizado para um tornado breve completamente separado da principal tempestade que geralmente gera os tornados comuns. Em 2012, uma forte tempestade gerou um gustnado na extremidade de um vento de alta velocidade no sudeste de Wisconsin. Esse raro fenómeno surpreendeu os bombeiros locais, que correram para o auxílio de pessoas apanhadas no meio da tempestade.

Um gustnado não é tão forte quanto um tornado e é formado quando uma chuvada empurra ar frio para baixo com ela de dentro de uma tempestade. O ar frio que é forçado para baixo com a chuva bate forte no chão e então gera uma rajada de vento, que por sua vez, se torna um gustnado. Um gustnado severo geralmente forma quando muitas rajadas de vento gelado se formam no chão se misturam com o ar quente. Gustnados duram apenas alguns minutos, mas ainda assim são capazes de infligir sérios danos nos seus arredores.

4 – Nuvens de Inversão
rareweather7 - 640 x 413

Mesmo depois do dias da Ação de Graças em 2013, os visitantes do Grand Canyon notaram algo estranho — o canyon foi rapidamente se enchendo com uma névoa espessa. Os turistas ficaram aterrozidos quando o nevoeiro deslizou até ao parque e eventualmente formou o que parecia uma ser uma cascata de nuvens. Esta anomalia de tempo é conhecida como uma inversão.

Uma inversão é causada pelo ar frio, permanecendo perto do solo e ar mais quente, movendo-se acima dele. A inversão no Grand Canyon começou quando uma tempestade se aproximou mesmo antes do feriado, fazendo com que o solo congelasse. Quando o ar mais quente atravessou o ar gelado, ocorreu o belo fenómeno da inversão. Rangers que estavam no Parque confirmaram que inversões de menor dimensão ocorrem frequentemente, mas os maiores que enchem o Canyon inteiro só acontecem a cada dez anos ou assim. Este durou o dia todo, com o nevoeiro dissipar-se apenas quando começou a escurecer.

3 – Tsunami Solar
rareweather8 - 640 x 358

2013 foi um bom ano para eventos climáticos raros. No meio do ano, dois satélites captaram algo incomum na superfície do sol.Estava se a gerar um Tsunami na sua superfície, como uma reação a uma ejeção de matéria para o espaço.

A injeção e subsequente tsunami solar deram aos cientistas uma melhor compreensão da dinâmica de um tsunami e como eles ocorrem na terra. O satélite japonês Hindoe e o Solar Dynamics Observatory (SDO) são instrumentos utilizados para analisar eventos que acontecem no sol, e ambos estudam sua luz ultravioleta para estabelecer as condições exatas na superfície.

Hindoe também foi pensado para se reuniram dados suficientes para especialistas entender por que a coroa do sol é milhares de graus mais quente que a sua superfície. Foi durante toda esta pesquisa que os cientistas se tornaram cientes das ondas de choque após a ejeção de matéria. Este incidente foi muito semelhante ao movimento de um tsunami na terra depois de um terremoto acontecer. As ondas de choque são muito raras, tornando um tsunami solar, um fenómeno também raro.

2 – Super Refração
rareweather9

Também em 2013, as pessoas que vivem em Ohio do Norte acordaram uma manhã e ficaram surpresos com o que viram até a costa canadense. Isto não é possível em circunstâncias normais por causa da curvatura da terra. No entanto, os habitantes foram capazes de ver até ao Canadá por causa de um fenómeno natural raro conhecido como super refração, onde os raios de luz são dobrados para baixo em direção à superfície da terra. Os raios são dobrados desta forma por causa das mudanças na densidade do ar. Durante esta dobra de luz, podem ser observados objetos distantes que geralmente estão escondidos da vista, porque eles estão refletidos nos raios de luz. A luz do sol tinha dobrado tanto sobre o lago Erie que a refração fez com que a costa canadense fosse visível a mais de oitenta quilómetros de distância.

1 – Bloqueio Atmosférico
rareweather10 - 640 x 426

O Bloqueio atmosférico é possivelmente o mais raro evento de tempo na terra, o que é bom porque é também um dos mais perigosos. Ele acontece quando um sistema de alta pressão fica preso e não pode se mover de um lugar para outro. Dependendo do tipo de sistema pode também levar a inundações ou condições extremamente quentes e secas.

Um exemplo de bloqueio atmosférico é a onda de calor Europeia de 2003 que matou 70.000 pessoas. O sistema de alta pressão que ficou preso nesta instância foi muito poderoso e bloqueou qualquer alívio de pressão. Em 2010, 15.000 russos foram mortos por uma onda de calor causada por outro incidente de bloqueio. E em 2004 um bloqueio atmosférico no Alasca causou temperaturas tão quentes que os glaciares começaram a derreter e grandes incêndios florestais começaram na área. Não é sempre a desgraça e tristeza, apesar de tudo — em 2004 noutro bloqueio, observaram se efeitos positivos no Missouri em que as temperaturas permaneceram agradáveis e eventualmente produziram colheitas fantásticas.

[TopTenz]

Leave A Reply