10 coisas que não sabia acerca das abelhas

0

Todos nós sabemos que as abelhas são importantes, e que picam quando se sentem ameaçadas, mas aqui estão dez coisas que poderá não saber acerca das nossas pequenas amigas.

10 – Os zangões não servem para nada, quase

Os zangões vivem apenas para o propósito de fecundarem a rainha, e quando o fazem, morrem, e se não existir comida suficiente na colmeia, as obreiras expulsam-nos.

9 – A rainha costumava ser o rei

Até a 1660, pensava que a rainha seria o rei, só após o cientista holandês Jan Swammerdam ter dissecado a grande abelha, é que foram descobertos os ovários, que originaram a mudança.

8 – As abelhas são bastante inteligentes

Existem abelhas que são treinadas para detectar explosivos, e até para distinguir rostos humanos em fotos a preto e branco.

7 – Foram utilizadas na primeira guerra mundial

O mel produzido pelas abelhas foi utilizado para tratar feridas em soldados feridos em batalha, e uma vez que o mel nunca se estraga, foi bastante útil.

6 – Elas andam por aqui há já um tempo

O parente mais antigo da abelha moderna, chamado Mellittosphex Burmensis, foi encontrado preservado numa mina em Myanmar, e viveu à cerca de 100 milhões de anos.

5 – Elas são bastante rápidas

O som que ouvimos quando uma abelha se aproxima, é o som das suas quatro asas a se moverem mais de 11400 vezes por minuto, fazendo com que consigam viajar cerca de 25 quilómetros por hora.

4 – Uma rainha por colmeia

Assim que uma rainha nasce, ela mata de imediato todas as outras abelhas rainha antes que estas consigam tomar o seu lugar.

3 – As rainhas vivem durante muito tempo

As obreiras vivem entre 6 a 8 semanas, mas a rainha por outro lado vive entre 2 a 3 anos, o que é quase como viver para sempre na linha de tempo de uma abelha.

2 – Elas são únicas entre os insectos

As abelhas são os únicos insectos que produzem algo que os humanos conseguem consumir, que é também, como já dissemos, a única comida que nunca se estraga.

1 – Sem abelhas, teríamos menos para comer

As abelhas são responsáveis por 80% da polinização que ocorre no mundo, portanto se elas não existissem, iria provavelmente ter dificuldade em encontrar frutas e vegetais, portanto deve-lhes respeito.

Leave A Reply